SE CALHAR UMA VEZ

SE CALHAR UMA VEZ…
.
Passaste o monte, as quedas nunca nuas,
pra andar’s à minha beira toda a vida,
mas não foi porque eu dava a despedida
ao lar nas sombras últimas das luas…
.
Mesmo antes que chovessem gotas cruas
e fundissem as poças por subida…
Só cartazes, com a alma comovida,
pus-me a fixar pra te buscar nas ruas…
.
O azar na minha sorte: já era tarde,
escura luz que só aos bocados arde
pra ficar desligada, esperarei…
.
Mas de repente eu soube, à tua maneira,
com vontade de amar na vez primeira,
que agora entre edifícios por ti irei.
.
Osfelip Bazant
.